logo

publicado em:25/06/18 3:12 PM por: Nossobit Comportamento

Dinheiro e dopamina

Por Marco Goulart

Nosso corpo produz uma série de substâncias químicas que nos trazem a sensação de bem estar. Muitas destas substâncias podem ser associadas ao uso de drogas lícitas ou ilícitas, como álcool e cocaína. Uma dose de cocaína pode levar o cérebro a produzir dopamina até 15 vezes mais rápido do que o normal. A dopamina é uma substancia que esta relacionada com a sensação de bem estar e euforia. Neste ponto você já deve estar se perguntando se não esta lendo o artigo errado, ou se o artigo não foi publicado por engano. Afinal de contas, qual a relação entre dopamina e dinheiro?

O médico e pesquisador de neurociência de Harvard, Hans Breiter, tem a resposta. Breiter realizou uma série de pesquisas onde, através de exames de ressonância magnética funcional, verificou as regiões do cérebro que eram ativadas em usuários de uma droga que esperavam receber uma dose da mesma, e participantes de uma simulação de investimentos que esperavam ter um retorno positivo para suas aplicações. 

O que Breiter descobriu é surpreendente, as regiões do cérebro que são ativadas nos dois casos (usuário de droga e investidor) é a mesma. Em outras palavras, é possível que quando uma pessoa tenha a expectativa de um ganho financeiro, seu cérebro esteja se comportando como o cérebro de um dependente químico. Quando sobrepostas, as imagens do exame de ressonância magnética funcional dos dois casos são indistinguíveis. A região do cérebro que é ativada é o nucleus accumbens. O nucleus accumbens esta presente no interior do cérebro, nos dois lados, e possui um papel importante no processamento de informações de prazer, recompensa e medo.

Breiter, em entrevista realizada pelo colunista de economia norte-americano Jason Zweig, coloca que é possível que “após uma série de retornos positivos em investimentos você pode se tornar o equivalente funcional à um viciado – exceto pela substancia que você é usuário não ser uma droga, mas o dinheiro”. Em períodos de alta você costuma acessar a sua conta na corretora diversas vezes, só para ver “quanto dinheiro” esta “ganhando”? Então tome cuidado, é possível que você esteja viciado!

É claro que não podemos comparar o usuários de drogas com o investidor, mas as descobertas de Breiter são fundamentais para que possamos analisar e reconhecer o nosso próprio comportamento e buscar soluções para nossas falhas. É fato que um comportamento de euforia pode ser prejudicial aos investimentos, e se dopamina esta relacionada a euforia, e esta por sua vez esta relacionada a expectativa de ganhos financeiros, é preciso ter atenção para não tomar uma decisão equivocada. Em momentos como este podemos reconhecer que estamos em estado de euforia e optar por não tomar decisão, “contar até 10” realmente funciona! Muitas pesquisas vêm sendo realizadas no sentido de descobrir qual a relação de hormônios e áreas específicas do cérebro com tomada de decisão financeira.




A última modificação foi feita em:julho 6th, 2018 as 9:45 am




Comentários



Adicionar Comentário